Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações
A Alcova da Morte: uma história incrível de investigação em um Rio de Janeiro retrofuturista
Livros

A Alcova da Morte: uma história incrível de investigação em um Rio de Janeiro retrofuturista

18 jun 22 3 mins. de leitura
por Mandy Ariani
Esta publicação é fruto de um PUBLIPOST

publicidade

Você já imaginou como seria sensacional ler uma história de investigação policial com elementos sobrenaturais no Rio de Janeiro? Pois bem, agora você pode (e eu garanto que será uma experiência maravilhosa)! Em Guanabara Real: A Alcova da Morte, dos autores A. Z. CordenonsiEnéias Tavares Nikelen Witter, publicada pela AVEC Editora, você vai embarcar em uma jornada única com personagens cativantes, cenários fabulosos e muitas críticas sociais.

Na trama, a esperada noite de inauguração da estátua do Corcovado vira o assunto da alta sociedade carioca após a ocorrência de um crime horrendo. Agora, a sagaz detetive e dona da agência Guanabara Real, Maria Tereza; o talentoso e cético engenheiro, Firmino Boaventura; e o poderoso dândi místico, Remy Rudá, precisarão se aventurar numa rede de corrupção e poder para descobrir quem é o responsável pelo assassinato. Contudo, o caso pode ser mais sério do que os detetives imaginam, ameaçando o futuro de todo o país.

— Vou atrás do outro demônio, Remy. O do dinheiro. Se acharmos quem financia, acharemos o culpado ou culpados.

Sem dúvidas, um dos pontos mais incríveis do livro é a construção dos personagens. Através da alternância dos pontos de vistas, vemos como cada um possui um voz única e um papel importante para a história. Além disso, como nós conhecemos seus passados e seus demônios, é muito fácil nos identificarmos com cada um deles. Inclusive, é válido ressaltar que como o livro traz um Brasil recém abolido, teremos muitos tópicos sensíveis sendo expostos como racismo, machismo, estupro e violência.

compre sua ediçãoamazon

publicidade

Portanto, algumas partes do passado dos protagonistas foi muito difícil de ser digerida. Pois, todos sofreram muitas crueldades. Ao mesmo tempo, no entanto, nos consola ver a amizade e o companheirismo que os três compartilham apesar das diferenças. Em diversos momentos, prendemos a respiração quando Maria Tereza utiliza sua observação para solucionar problemas, quando Firmino desvenda os segredos por trás de algum aparato mecânico-tecnológico ou quando Remy se envolve em mistérios astrais perigosos.

— Eu perdoo os ignorantes. Quanto aos estúpidos instruídos, nunca — disse Remy, referindo-se ao homem que acabava de sair.

Além disso, a leitura de A Alcova da Morte possibilita uma completa imersão no mundo proposto. Então, nós visualizamos perfeitamente bem as roupas, as maneiras e os costumes, o que proporciona uma forte sensação de verossimilhança. E o melhor: ao longo da história, nós lemos cartas e reportagens dos jornais, algo que nos faz sentir dentro da narrativa. Veja na imagem abaixo:

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

IMG_0120

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Por fim, recomendo esta leitura sem medo! Se você ama histórias com mistérios, boa ambientação, críticas sociais e não abre mão do sobrenatural, vai adorar ler A Alcova da Morte. Por isso, não perca tempo e se junte a Maria Tereza, Firmino e Remy em uma investigação policial cheia de peculiaridades. Ah, e se você tiver Kindle Unlimited, saiba que o livro está disponível lá!

Comentários

O blog Sentimento de Leitor disponibiliza o espaço do DISQUS para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "Sentimento de Leitor" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

publicidade

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. Os homens esqueceram essa verdade, mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.

Antoine de Saint-ExupéryO Pequeno Príncipe, 1943.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019

resenhas as mais recentes