Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações
A trágica história da família que inspirou Peter Pan
Livros

A trágica história da família que inspirou Peter Pan

20 fev 19 3 mins. de leitura
por Mandy Ariani

publicidade

Quem não conhece a famosa história do menino que não queria crescer? Peter Pan conquistou uma geração! Fadas, aventuras, batalhas e amizade são alguns dos elementos que ajudaram a tornar essa história o reconhecido clássico que é hoje. Contudo, você já parou para se questionar sobre o que inspirou J.M. Barrie – autor da narrativa – a escrever tal história? Descubra aqui!

A família que mudou tudo

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

EM-BUSCA-DA-TERRA-DO-NUNCA02

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Se você já assistiu o filme Em Busca da Terra do Nunca, então você sabe um pouco da biografia do autor de Peter Pan, assim como certas coisas que o inspiraram a escrever sua história de maior sucesso – algumas questionadas pelos fãs, outras não. Bem, J. M. Barrie – ao contrário de muitos escritores clássicos – teve seu reconhecimento ainda em vida, e ele já era famoso antes mesmo de criar o Peter Pan. Apesar do autor ser bem sucedido e casado, ele não tinha filhos. Então, parecia obra do destino ele encontrar  o jovem George Davies, que tinha 4 anos, e passeava com seus irmãos mais novos, Jack e Peter. Ele começou a conversar com os meninos e, com o passar do tempo, gostava cada vez mais deles.

Um tipo de tio

Há quem diga que J. M. Barrie era como um tipo de tio, e ele gostava de se divertir com as crianças da família  Llewelyn Davies sem ter que ser responsável por elas. Óbvio que algumas pessoas desconfiavam dessa atitude dele, principalmente depois que o pai das crianças morreu de câncer em 1907, e o relacionamento com a sua esposa não era dos melhores. Contudo, nunca foi provado nenhum tipo de segundas intenções e ele realmente parecia ser apenas afeiçoado aos meninos.

publicidade

Há quem defenda que o autor de Peter Pan era, na verdade, um solitário que tinha encontrado uma forma de se alegrar. Além disso, o escritor perdeu seu irmão mais velho muito cedo em um acidente e isso o teria abalado completamente, mas apesar disso era evidente a felicidade dele perto daquelas crianças.

“As pessoas podiam ter a impressão de que ele era um homem triste e sozinho, mas na minha opinião durante 80% do tempo era uma pessoa bem humorada e em apenas 20% era melancólico”, disse Nicholas, um dos cinco irmãos Llewelyn Davies, em uma entrevista para a BBC em 1978.

A tragédia começa

Agora vamos falar sobre o que o filme Em Busca da Terra do Nunca não contou. Infelizmente, a família Llewelyn Davies é mais do que apenas desafortunada, e a mãe dos meninos morreu três anos após a morte do pai. Nessa época, J. M. Barrie havia se separado da mulher, então ele se tornou uma espécie de guardião e chegou a pagar diversas coisas para os meninos, como por exemplo, seus estudos – uma boa notícia certo? mas não acabou…

George Davies, o menininho que encontrou J. M. Barrie, morreu nas trincheiras da 1ª Guerra Mundial em 1915, com apenas 21 anos. Seis anos mais tarde, Michael morreu afogado em Oxford, aos 20 anos. Já Barrie morreu em 1937, mas nunca se recuperou da morte de George e Michael. Na época, o irmão Peter Davies – uma das maiores inspirações para Peter Pan – estava trabalhando como editor, mas infelizmente em 1960 ele se matou se jogando na frente de um trem em movimento, em Londres.

E essa é a tragédia em volta da família que inspirou Peter Pan, confesso que fiquei muito triste em saber sobre esses fatos quando fui pesquisar mais a fundo o que teria acontecido com eles. Mas e quanto a você, caro leitor, o que achou?

Comentários

O blog Sentimento de Leitor disponibiliza o espaço do DISQUS para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "Sentimento de Leitor" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

publicidade

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

Palavras são, na minha nada humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de formar grandes sofrimentos e também de remediá-los.

J. K. RowlingHarry Potter, 1997-2007.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019

resenhas as mais recentes

Instagram@sentimentodeleitor