Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações
Manual Jurídico Feminista: você precisa ler esse livro!
Livros

Manual Jurídico Feminista: você precisa ler esse livro!

17 jul 19 2 mins. de leitura
por Mandy Ariani

publicidade

Há livros que carregam mensagens tão importantes e conhecimentos tão densos que eu, simplesmente, não posso deixar de indicá-los para todos os leitores. Certamente, o Manual Jurídico Feminista é um desses livros. Afinal de contas, a obra reúne diversas juristas de todos os lugares do país, e um de seus principais objetivos é justamente se opor ao machismo na doutrina e ensino jurídico.

Manual Jurídico Feminista

Lançado pela Editora Letramento, o livro foi idealizado e coordenado pela professora pernambucana Carolina Ferraz – advogada, ativista e doutora em Direito. Junto com Carolina, a obra reúne 16 artigos de diversas especialistas, pesquisadoras e juristas do Brasil.

Antes mesmo de mergulhar no conteúdo desse livro esplêndido, nós somos brevemente apresentados a todas as mulheres incríveis que participaram de seu processo de criação. Logo de início, já é possível notar o impacto dessa leitura, que começa com uma linda dedicatória. E, ainda, um prefácio inspirador escrito por Anielle Franco – irmã de Marielle Franco.

Com certeza, o Manual Jurídico Feminista se configura como uma experiência enriquecedora de leitura, então diversos temas importantíssimos serão debatidos, tais como: protagonismo feminino, desigualdade de gênero, silenciamento das mulheres, estupro, a violência de gênero na era digital e muito – muito – mais!

Desde muito cedo nós, mulheres, aprendemos a dolorosa lição da subalternidade. Temos lugar no mundo, mas não é o nosso espaço de fato. O lugar que nos é dado não nos representa. O que é ofertado passa por uma questão de condescendência e não de reconhecimento.

publicidade

Além de reflexões essenciais sobre empatia e empoderamento, essa narrativa nos presenteia com pensamentos recheados de muita representatividade, visando incluir a todas as mulheres. Discutindo a inferiorização do público feminino com relação aos conceitos que pautam o Estado, o Manual Jurídico Feminista utiliza diversas fontes, argumentos e ideias para construir uma tese inovadora e digna de toda a nossa atenção.

Apesar da complexidade do material, tudo é muito bem explicado e, muitas vezes, discutido de pontos de vistas diferentes. Sem dúvidas, algo que traz ainda mais aprendizado para todos os tópicos do livro. E, apesar da linguagem utilizada não ser das mais fáceis, o entendimento da obra não é prejudicado.

Nós, mulheres éramos “coisas do nada”, propriedade dos nossos pais, maridos e filhos. Por um longo período as mulheres não eram sujeitos das relações jurídicas, nem destinatárias de tutela protetiva, mas objeto da dominação masculina.

No mais, encontrei nesse livro um texto muito esclarecedor e relevante para os dias de hoje. Então, se você quer se informar mais sobre os assuntos citados aqui (e muitos outros), o Manual Jurídico Feminista é uma ótima opção! E, para os interessados na temática feminista no geral, já indicamos livros excelentes AQUI.

compre sua ediçãoamazon

Comentários

O blog Sentimento de Leitor disponibiliza o espaço do DISQUS para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "Sentimento de Leitor" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

publicidade

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

Quando você abre o livro, é como num teatro: ali está a cortina. Você a arrasta para o lado, e a apresentação começa.

Cornelia FunkeCoração de Tinta, 2003.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019

resenhas as mais recentes

Instagram@sentimentodeleitor