Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações

publicidade

resenhas as mais recentes

Últimas do Blog

14 jan 2019
11 mins. de leitura
Livros

Os 18 personagens mais inteligentes dos Quadrinhos

por Caique Araujo

Conheça agora os 18 personagens mais inteligentes de todos os tempos nas histórias em quadrinhos da Marvel e DC. Está preparado para ver quem ganharia de quem em um jogo de xadrez? Um baita desafio. O que é ser inteligente? Apesar de existirem testes capaz de traduzir a inteligência de uma pessoa, a verdade é que a inteligência é imensurável. Em seu significado mais genérico e abrangente, a inteligência define a alta percepção e facilidade em relação a um ou mais conhecimentos e, ainda, está atrelada aos seus melhores e maiores talentos e habilidades. Partindo desse princípio quando você, por exemplo, é especialista em robótica mas não entende tanta coisa de química, ainda sim é tão inteligente quanto um especialista em química. Por isso testes e provas são falhos e não verdadeiramente capazes de mensurar a inteligência alguém – diga isso ao seu professor, mas não diga que fui eu quem disse. Por todos estes motivos, não foi fácil criar uma lista com os 18 mais inteligentes dos quadrinhos. Há muitos personagens inteligentes, e há muitos com inteligencias que são bem diferentes. Dado isto, separei em categorias, para classificar cada um dos personagens e a posição deles está diretamente atrelada aos seus feitos e habilidades em relação aos outros. Os Super Poderosos #1 Jonathan Osterman, Doutor Manhattan Jon Osterman era um engenheiro físico que, após ser trancado acidentalmente em uma câmera de testes durante um experimento de física nuclear, foi completamente desintegrado. Porém, ao invés de morrer, Osterman acabou ganhando grandes poderes com a radiação. Deste momento em diante se tornou Doutor Manhattan, ele possuí as habilidades de restituir seu próprio corpo, manipular a matéria em nível subatômico, clarividência, e ainda conta com super força, telecine e teletransporte a nível intergaláctico. Apesar de já ter sido inteligente como Jon Osterman, Doutor Manhattan acabou adquirindo um nível de inteligência praticamente semi-divido, devido as suas habilidade. Mas, mesmo com todo o conhecimento possível do universo e sua percepção, Dr. Manhattan ainda tem dificuldade para compreender pessoas e seus sentimentos. #2 Stephen Strange, Doutor Estranho Stephen Strange era um cirurgião bem sucedido e, também, muito arrogante. Em determinado momento ele acabou sofrendo um acidente de carro, que o impossibilitou de continuar em atividade como cirurgião. Desiludido e sem rumo, Strange acabou encontrando um velho místico chamado “Ancião” enquanto vagava pelo mundo e aprendeu tudo que podia sobre as artes místicas. Se você acha o Hulk é o mais poderoso do Universo Marvel está enganado. Doutor Estranho, como ficou conhecido após conhecer o mundo místico, é o mago supremo do Universo Marvel, ele é tão poderoso que seria capaz de apagar o Hulk em instantes. Doutor Estranho domina as quatro facetas da magia, são elas: poderes pessoais, forças universais, forças divinas e magia negra. Já conseguiu derrotar inúmeros monstros de diversas dimensões e realidades diferentes, usando seus conhecimentos arcanos. Nem precisa dizer o quanto ele é inteligente por tudo isso. #3 Vril Dox, Brainiac Brainiac é um alienígena colecionador de cidades em busca de poder e conhecimento. Brainiac tem tantas origens, tantas versões, que seria impossível resumir tudo adequadamente, principalmente neste artigo. Brainiac possuí um leque de poderes sobre-humanos e, além disso, com o décimo segundo nível de inteligência. O que concede a ele uma habilidade de percepção e construção de conhecimento similar a um sistema de computador. Mas a inteligência de Brainiac é cega, pois é estritamente teórica e quando colocada em prática não se sai muito bem. Os Detetives #1 Questão Acha que Batman é o maior detetive do Universo DC? Está enganado! Este título fica com Questão, um dos super-heróis mais filosoficamente complexos – sem exageros, mas é bem assim mesmo.Questão tem habilidades incalculáveis para fazer o que for preciso para atingir seus objetivos, mesmo não tendo super-poderes ou se dedicando a luta. Com apenas o principal uso de sua inteligência ele é capaz de invadir qualquer tipo de computador, pode se infiltrar em qualquer base – inclusive no satélite “seguro” da Liga da Justiça – além de que ele é capaz de descobrir e sabotar qualquer informação. Ele é um detetive nato, por este motivo seus alvos são grandes, geralmente corruptos de colarinho branco. Questão já teve várias encarnações e interpretações diferentes ao longo dos quadrinhos, não é um manto de uma pessoa só. #2 Bruce Wayne, Batman O maior detetive do mundo – e com isso digo, o mais popular para os que desconhecem Questão – é o Batman. A história do jovem Bruce Wayne você já está cansado de saber. É um dos poucos heróis em que sua disposição e habilidades físicas se nivelam ao seu intelecto. Batman é sempre cheio de planos e alternativas baseadas em análises, a verdade é que isso realmente o torna capaz de vencer qualquer um que desejar. A inteligência sempre encontra caminhos para nivelar uma luta – até mesmo Hulk ou Superman, a não ser que ele seja golpeado fortemente antes que seu plano comece e termine. A verdade é que Batman não seria nada sem a sua inteligencia, isso é o que muitos fãs e não fãs não compreendem. Apesar das suas extensas habilidades de luta, não são elas que o tornam quem ele é, e só com elas ele seria apenas um lutador qualquer que dificilmente teria conquistado suas vitórias com super poderosos. #3 Bárbara Gordon, Batgirl/Oráculo Bárbara Gordon era a Batgirl, entretanto após um tempo em ação acabou sendo aleijada e assediada por um dos piores vilões do universo DC, o Coringa, em Piada Mortal. Mesmo com suas dificuldades físicas, Batgirl não deixou se abater! Impedida de combater o crime mano-a-mano, ela voltou-se para uma nova identidade conhecida como Oráculo. Bárbara concentrou toda a sua inteligencia, seu vasto conhecimento tecnológico, suas habilidades hacker e começou a atuar como informante para agências da lei e para a comunidade dos super-heróis. Bárbara Gordon já ajudou seu pai, o Comissário Gordon, para desvendar vários crimes. Ela já teve suas presenças na Liga da Justiça e está sempre por perto de Batman e os vigilantes de Gotham. Oráculo é maestra da computação e da informação, sua inteligência permite analisar e coletar tudo que for necessário para encontrar as respostas. Os Cientistas #1 Reed Richards, Senhor Fantástico Tony Stark? Por favor, Reed Richards é o grande gênio do Universo Marvel. Com apenas 22 anos, se tornou um doutorado em física e engenharia elétrica pela Harvard – nesse momento, você fica triste.Reed sempre foi um gênio, o próprio Quarteto Fantástico teve origem por conta de seus experimentos – tudo bem, o experimento fracassou, mas deu a eles super poderes. Ele projetou uma nave para viajar no hiperespaço afim de estudar eventos cosmológicos. A nave acabou passando por uma radiação cósmica que trouxe consequências. Com isso acabou se transformando, adquirindo sua elasticidade e fundando o Quarteto Fantástico junto com seus companheiros. Reed Richards é um dos maiores cientistas que existe, tendo um imenso patrocínio dos Estados Unidos em seu laboratório pessoal para suas pesquisas. Senhor Fantástico é realmente fantástico, e com sua inteligência é capaz de criar qualquer coisa – que os roteiristas queiram ou precisem. #2 Valéria Richards Filha de Sue e Reed Richards, Valéria Richard é assustadoramente inteligente. Não era para menos. Ao longo de sua infância a personagem desenvolveu uma mente extraordinária, sendo capaz de examinar os textos de seu pai e criar inúmeras invenções das quais ele jamais havia sequer imaginado. #3 Hank Pym, Homem-Formiga/Golias Henry “Hank” Pym, também é ainda mais inteligente que Stark. Pym é considerado um dos maiores cientistas do Universo Marvel. Ele inventou as “partículas Pym”, um produto capaz de alterar o tamanho dos seres-vivos, seus objetivos eram nobres, Hank pretendia beneficiar a humanidade. Porém, não levou muitos créditos – sabe aquele pessoal que “zomba” o filme? Lá, no Universo Marvel, cientistas zombavam ele da mesma forma – por conta disso, começou a usar em si mesmo sua tecnologia. Nessa aventura, ele acaba indo se confrontando com formigas dentro de um formigueiro. Dai o nome, Homem-Formiga. Pym tem seus altos e baixos como um ser humano, envolto sobre várias polêmicas com sua esposa e sofrendo de problemas psicológicos. Hank Pym também foi o criador da destrutiva máquina-robô com inteligente artificial cognitiva chamada Ultron. Criar uma inteligência artificial não é fácil não, hein!? #4 Ray Palmer, Eléktron ou Átomo Ray Palmer está a mesma altura de Hank Pym, alias sua inteligência e objetivos foram bem semelhantes ao de Pym. Palmer é um físico e professor universitário extremamente inteligente. Perito em nanotecnologia. Ele consegue encolher e ter controle absoluto de seu peso. Ele foi por muitas vezes um membro essencial e importante para a Liga da Justiça e algumas missões realmente problemáticas. Ele desapareceu após Crise Infinita, mas voltou em Convergência. Assim como Pym, Ray Palmer também já foi um pouco desequilibrado da cabeça. #5 Tony Stark, Homem de Ferro Finalmente, aquele que os fãs cinema da Marvel sempre esperam. É o típico riquinho mimado e egocêntrico, talvez é o único gênio que não tem medo de ser gênio – ele se acha. O negócio de Tony Stark é com armas, onde acabou inventando a sua própria armadura durante a guerra do Vietnã, também é um traje especial que o mantem vivo. As Industrias Stark dominam o mercado e sempre foram as pioneiras em tecnologias militares – muitas criadas por Tony. A empresa de Stark é fundamental para a economia mundial e, também, a maior fornecedora de produtos e equipamentos bélicos do planeta. Usando sua inteligência criou uma armadura super tecnológica e poderosa, repleta de armamento e energia, inclusive capaz de invadir e controlar quase todos os sistemas digitais pelo mundo. Toda armadura de Stark trabalha em uma infraestrutura de comunicação de alto nível se conectando com qualquer dispositivo em nível de precisão máxima. #6 Riri Williams, Homem de Ferro Riri Williams é uma personagem recente do Universo Marvel e, também, a possível sucessora do Homem de Ferro. De acordo com o seu criador, Riri chega a ser ainda mais inteligente do que o próprio Tony Stark. Em um de seus feitos, ela já foi capaz de realizar a engenharia reversa da armadura - algo que pouquíssimos conseguiram e ousaram fazer. Desde sua infância, aos 5 anos, ela já havia sido identificada como super gênio e, como não poderia ser diferente, seus pais foram instruídos a incentivar essa genialidade. Atualmente, Riri segue com a sua HQ própria assumindo o manto do Homem de Ferro na realidade atual da Marvel. #7 Shuri Shuri, também conhecida como a irmã do Pantera Negra, é uma personagem do Universo Marvel extremamente distinta. Apesar da versão dos quadrinhos ser bem diferente e ter menos destaque do que a versão cinematográfica, ela teve como responsabilidade gerir estrategicamente o reino de Wakanda por um longo tempo. Ano passado, com o sucesso do filme, foi anunciado uma HQ para transformar a personagem em uma protagonista. #8 Hank McCoy, Fera Os X-Men também tem seus grandes gênicos. O professor Hank McCoy é um dos mais estudiosos mutantes com doutorado em Biofísica e, é claro, possuindo uma incrível e genial inteligência. Ele foi o responsável por criar vários projetos e tecnologias junto com Charles Xavier para o Instituto Xavier. Hank também é conhecido como Fera, devido a sua aparência animalesca. Possui alta resistência, agilidade, reflexos além do convencional, super-força e, de quebra, conta com um fator de regeneração acelerada ficando somente um pouco abaixo do Wolverine neste quesito. #9 Bruce Banner, Hulk Bruce Banner é um outro grande gênio – a Marvel é repleta de cientistas, e todos sempre são o cúmulo da inteligencia. Formado em física nuclear, Banner já trabalho em um Departamento de Defesa dos Estados Unidos com foco em pesquisa nuclear. Banner estava lá com o objetivo de criar e supervisionar uma bomba diferente de tudo que já havia sido criado, a Bomba Gama. Uma arma nuclear pesada com alto rendimento de radiação gama. Não deu outra, tudo saiu do controle e Banner se transformou no conhecido Hulk. Ele sempre foi uma pessoa muito inteligente, sabe lidar com grandes questões da física em níveis quânticos, entretanto após se transformar no Hulk perde toda a sua linha de raciocino lógico. Depois do acidente que o transformou para sempre, Banner nunca mais teve a oportunidade de expandir e aprimorar seu conhecimento, mas ainda sim, um gênio. #10 Peter Parker, Homem-Aranha Peter Parker é ainda um jovem cientista e desbravador, a invenção do fluído de aranha criada por Peter é simplesmente brilhante. É um gadget que valeria uma fortuna para grandes empresas, mas Peter manteve a tecnologia para si próprio. Ainda não se compara aos outros grandes gênios do Universo Marvel, mas é perfeitamente capaz de ajudar qualquer um deles em qualquer desafio. Os Figurões #1 Lex Luthor Lex Luthor pode não ser o cara bom, mas é uma das mentes mais brilhantes do Universo DC. Ele é milionário, louco e completamente poderoso magnata dos Estados Unidos e, principalmente, de Metrópolis. Sua inteligência vai além dos limites e tem em suas mãos uma vasta proeza tecnológica. Porém, a sua insanidade e consumismo extremo pelo poder acabam ofuscando a sua ideia lúcida de raciocínio, o que permite que ele perca várias batalhas que enfrenta. Luthor é basicamente o que Bruce Wayne seria caso se voltasse para o lado negro da força. #2 Charles Xavier, Professor X O maior líder e representante dos mutantes, esse é Charles Xavier. Também é um dos homens mais inteligentes do mundo. Seus poderes são vastos – eu vou ter até que citar todos – são eles: telepatia, rajada psiônica, rastreamento, manipulação da memória, controle e manipulação mental, projeção astral, ilusão telepática, paralisia mental, anulação de habilidades, ventriloquismo, memória eidética, camuflagem psíquica, intuição multilíngue, roubo e transição de informações, ligação mental, alteração mental, entre alguns outros. Sinceramente, Charles Xavier poderia dominar ou até mesmo destruir o mundo sozinho, mas é uma mente altruísta que respeita a regra fundamental da humanidade o livre-arbítrio de cada ser – sejam assim crianças. Além de todas as suas capacidades mentais, a sua inteligência ainda é altamente evoluída. Professor X, como também é conhecido, se tornou um grande geneticista especialista em mutação. No Universo Marvel, ele é a principal figura pública autoridade em genética e mutação. Ainda tem em seu currículo um PhD em biofísica e psicologia. - Ufa! Gostou!? Faltou alguém? Deixe nos comentários! Esse artigo foi originalmente publicado em O Super Nerd.

continuar a leitura
13 jan 2019
3 mins. de leitura
Livros

Como escrever resenhas literárias para blogs?

por Mandy Ariani

A resenha compreende uma descrição meticulosa de alguma obra literária, filme e outras expressões artísticas. Muitas pessoas têm dúvidas sobre como resenhar, e nesse artigo veremos que isso não é tão difícil, mas requer atenção.  Afinal, há certos elementos que são imprescindíveis numa resenha literária, tais como a transmissão de opinião sobre o conteúdo, o enredo, o desenvolvimento dos personagens e, até mesmo, a escrita do autor. Sem mais delongas, conheça os passos para fazer uma boa resenha crítica! Indo aos primórdios da civilização, crítica é uma expressão que provém do grego kritikē (κριτική), que significa "a arte de julgar". Nessa modalidade, será examinada sua capacidade de interpretar os pontos mais importantes de certo tema e opinar a respeito dele. Apresente o livro ao leitor Para não deixar a leitura da sua resenha confusa, apresente logo início as principais informações bibliográficas da obra, tais como: Título do livro, autor, número de páginas, ano da publicação e outros dados relevantes. Em diversos blogs literários, você irá notar que essas constantes aparecem no começo do artigo e em destaque. Isso é muito importante, então não se esqueça! Contextualize o leitor Para contextualizar o leitor, é necessário descrever o conteúdo, ou seja, resuma o texto resenhado. Nessa etapa, você deve dialogar sobre o ambiente em que se passa o livro, os personagens mais importantes, e abordar a história de uma maneira mais completa. Enfim, descreva as ideias propostas pelo autor! Opine! Durante a apreciação de um livro, sabemos bem se a obra está nos agradando ou não, mas é importante pensar nos fatores presentes na narrativa que nos levaram a ter uma opinião positiva ou negativa sobre ela. Os personagens foram bem desenvolvidos? A leitura foi instigante? Pense nos elementos que foram, para você, bem ou mal utilizados na narração e fale sobre eles. Analise a estrutura É importante analisar a estrutura do livro. Por exemplo, como ocorre o foco narrativo? Através de um narrador onisciente? Em primeira pessoa? Pontos de vistas alternados entre personagens? Saiba identificar isso e não deixe de comentar em sua resenha. Além disso, você também pode falar sobre a escrita do autor, se é uma linguagem mais popular ou erudita, e até mesmo se a leitura fluiu bem para você ou não. Identifique o público-alvo Durante a leitura de uma narrativa, pense em para qual tipo de leitor aquele livro é destinado. Por exemplo, se alguém prefere ler romances e chick-lit, talvez essa pessoa não goste muito de As Crônicas de Gelo e Fogo. Então, identifique o público principal e recomende o livro para eles. Utilize Citações Isso não é uma obrigação, mas muitos blogs de livros adoram adicionar citações no artigo. Eu, particularmente, acho isso muito bacana! Então, enquanto estiver lendo, marque as citações que você mais gostar e selecione algumas para constarem em sua resenha. Existe um número mínimo de palavras? Bem, se você vai escrever para um blog, a resposta é sim. Estima-se que, para ranqueamento no Google, um blog post deve ter ao menos 500 palavras, mas convenhamos que as resenhas presentes nos principais blogs literários sempre chegam a números maiores que este. Então, não se limite a escrever pouco! - Espero que essas dicas possam ajudar vocês, mas lembre-se: "A prática leva a perfeição, e o erro à excelência". Leia resenhas em blogs para assimilar mais aquilo que foi lido nesse artigo, e não desanime. Boa sorte!  

continuar a leitura
12 jan 2019
Resenhas

Mais que amigos por Lauren Layne

3 mins. de leitura
escrita por Keyla Hiromi

Para a resenha de hoje, resolvi trazer uma comédia romântica - chick lit - típica e bem clichê, mas que sempre nos deixa com aquele sorriso bobo no rosto. Mais que Amigos é o primeiro livro da série Love Unexpectedly da autora Lauren Layne. O livro foi  publicado em 2018 pela editora Paralela.

continuar a leitura
09 jan 2019
4 mins. de leitura
Livros

As últimas palavras de escritores geniais

por Mandy Ariani

Não é segredo que grandes escritores passaram pela Terra e deixaram sua marca. Homens e mulheres tão sensacionais que continuam influenciando jovens leitores até os dias de hoje, mesmo tendo escrito suas obras literárias há muito tempo atrás. Logo, não poderíamos deixar de mostrar aqui algumas das últimas palavras dessas pessoas célebres.

continuar a leitura
08 jan 2019
5 mins. de leitura
Livros

Razões para você começar a ler um livro agora mesmo

por Mandy Ariani

Os benefícios da leitura para a vida das pessoas são inquestionáveis, mas no Brasil esse hábito ainda não foi tão bem desenvolvido pela população. A falta de incentivo à leitura durante a infância é um dos principais fatores que justificam uma grande parcela de cidadãos que não leem, e o fato de surgir diversas opções de entretenimento todos os dias faz com que os livros fiquem em segundo plano na vida das pessoas. Pensando nisso, vamos apresentar nesse artigo alguns motivos para ler mais! 1- Ler é a atividade que mais reduz o estresse Uma pesquisa de 2009 feita pela Universidade de Sussex, na Inglaterra, constatou que seis minutos diários de leitura são o bastante para promover um alívio do estresse e das tensões. O estudou ainda comparou vários hábitos tidos como relaxantes, segue os resultados: Ler promoveu um relaxamento de 68% nos participantes; ouvir músicas proporcionou um relaxamento de 61% nos membros; 54% foi o resultados dos que tomaram um xícara de chá; 42% foi o obtido daqueles que fizeram um passeio e 21% foi a porcentagem de relaxamento de quem jogou videogame. 2- A leitura atua no aprimoramento da comunicação Hoje em dia a comunicação está em tudo. Em grande parte das profissões é essencial que você saiba se comunicar bem, e assim fazer com que os outros entendam melhor o seu ponto de vista. Nos livros, alguém se comunica conosco o tempo todo. Logo, a partir da leitura, entendemos como receber melhor as informações e, consequentemente, aprendemos a demonstrar nossas ideias e opiniões para outras pessoas. 3- Enriquecimento Cultural Não é segredo que os livros são propagadores de saberes, afinal quem nunca encontrou ou procurou recomendações de obras literárias quando foi pesquisar sobre algum assunto? Então, ler traz um desenvolvimento cultural muito grande. Em diversos momentos, por exemplo, aprendemos coisas involuntárias quando estamos lendo, pois os livros trazem diversas informações durante seus desenvolvimentos. 4- Viajar sem sair do lugar Todos que convivem com algum leitor notam sua capacidade de mergulhar na história. E todos os leitores sabem como é fácil adentrar em mundos completamente novos e inexplorados quando o livro é bom. Assim, você pode ir para o século XIX, conhecer uma história de amor em Paris, se aventurar em mundos mágicos, e tudo isso sem sair do lugar. 5- Ler mantém o cérebro ativo O cérebro é um músculo e, como outros músculos do corpo, o exercício o mantém saudável. Logo, a leitura tem fortes efeitos benéficos sobre ele. Por exemplo, mantendo-o mentalmente estimulado, você pode prevenir a demência e a doença de Alzheimer. 6- Melhora o foco e a concentração Você tem dificuldades em se manter concentrado em atividades específicas? Comece a separar alguns minutos do dia a dia para ler e verá o quão mais focado você irá ficar. Muitas pessoas têm problemas em manterem sua atenção em um só lugar, uma rotina cheia de afazeres ou possibilidades faz com que nossa concentração seja atraída por várias direções diferentes. Isso pode ser bom, mas também tende a causar estresse e baixa produtividade. 7- Favorece o vocabulário e a escrita Tanto o vocabulário quanto a escrita são muito úteis e valorizados nos dias de hoje. Afinal, em algum momento da vida essas habilidades serão testadas, principalmente, em provas. Então, a leitura é essencial para a expansão e melhoramento desses saberes, pois lendo nós conhecemos milhares de palavras novas, expressões e estilos de escrita. 8- Entretenimento portátil Sem dúvidas essa é uma das melhores vantagens em gostar de ler. Nós podemos carregar um livro para qualquer lugar, então nunca estaremos entediados em filas, ônibus, metrôs e afins. Assim, podemos treinar ainda mais a nossa concentração e aproveitar o tempo da melhor forma possível. 9- Você sempre terá milhares de opções Muitas pessoas reclamam do mercado cinematográfico, e dizem que os filmes são sempre "a mesma coisa" e as opções não são mais tão boas como antes. Isso nunca vai acontecer com os livros, pois há simplesmente milhares de possibilidades de leituras maravilhosas e todo dia surgem novas. Você sempre vai encontrar histórias originais e envolventes. 10- Desenvolve a empatia Não é segredo para os leitores o quão doloroso é quando algo de ruim acontece aos nossos personagens favoritos, sentimos suas dores como se fossem amigos muito próximos e até choramos quando algo realmente grave ocorre. Isso advém da capacidade de empatia que o livro desenvolve nos leitores, e um mundo com pessoas empáticas seria, com certeza, um lugar bem melhor!

continuar a leitura
03 dez 2018
Resenhas

O Corvo Negro por Lucas de Lucca

3 mins. de leitura
escrita por Matheus Paula

Os livros de Fantasia Nacional, durante os últimos anos, têm ganhado um espaço considerável nas nossas queridas prateleiras. Os autores brasileiros, sem sombra de dúvidas, estão nos surpreendendo com obras extremamente cativantes, e isso só ressalta que esse gênero tende a crescer, cada vez mais, no mercado editorial do Brasil.

continuar a leitura
01 dez 2018
Resenhas

Pax por Sara Pennypacker

3 mins. de leitura
escrita por Elisabete Cristina

Não são muitos livros que retratam a implacável amizade entre um animal de estimação e seu dono. O amor é recíproco, e não precisa de palavras para ser definido, apenas gestos e pequenos atos. Pax vai mostrar isso para o leitor através de dois amigos inseparáveis, uma raposa e um menino. Se você é o tipo de pessoa que ama animais, então com toda certeza será cativado por essa história que preencherá seu coração.

continuar a leitura
29 nov 2018
Resenhas

Guardiões do Louvre por Jiro Taniguchi

3 mins. de leitura
escrita por Keyla Hiromi

Hoje vamos falar de um mangá - história em quadrinhos de origem japonesa - de uma editora nacional muito conhecida pelo público por gravar vídeos no YouTube, tendo os quadrinhos como um dos conteúdos principais, se trata do pessoal do Pipoca e Nanquim. Essa equipe, fundada em 2007 como um grupo editorial, é composta por Alexandre Callari, Bruno Zago e Daniel Lopes.

continuar a leitura

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. Os homens esqueceram essa verdade, mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.

Antoine de Saint-ExupéryO Pequeno Príncipe, 1943.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019