Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações
Imagem da Thumbnail para Eu e Esse Meu Coração
Resenhas

Eu e Esse Meu Coração

14 maio 19 4 mins. de leitura
por Juliana Sandis

publicidade

Título Eu e Esse Meu Coração
Autor(a) C. C. Hunter
Tradutor(a) Denise de Carvalho Rocha
Editora Jangada
Páginas 424
Ano 2018
Leah MacKenzie, de 17 anos, não tem coração. O que a mantém viva é um coração artificial que ela carrega dentro de uma mochila. Com seu tipo sanguíneo raro, um transplante é como um sonho distante. Conformada, ela tenta se esquecer de que está com os dias contados, criando uma lista de “coisas para fazer antes de morrer”. De repente, Leah recebe uma segunda chance: há um coração disponível! O problema é quando ela descobre que o doador é um garoto da sua escola – e que supostamente se matou! Matt, o irmão gêmeo do doador, se recusa a acreditar que Eric se suicidou. Quando Leah o procura, eles descobrem que ambos têm sonhos semelhantes que podem ter pistas do que realmente aconteceu a Eric. Enquanto tentam desvendar esse mistério, Matt e Leah se apaixonam e não querem correr o risco de perder um ao outro. Mas nem a vida nem um coração transplantado vem com garantias. Quem diria que viver exige mais coragem do que morrer?

Apresento a vocês o primeiro livro que me fez chorar! Através de seu romance young adult, C. C. Hunter nos cativa e emociona com uma história surpreendente. Então, se você deseja saber mais sobre Eu e Esse Meu Coração, continue lendo – e prepare os lenços!

Eu e Esse Meu Coração conta a história de Leah Mackenzie, uma garota de 17 anos que não tem um coração de verdade. Portanto, o que a mantém viva é um coração artificial que funciona por baterias – e Leah o carrega numa mochila. Além disso, a garota também tem um tipo sanguíneo raro, então suas expectativas de um transplante de órgão são pequenas. Por isso, ela se conformou e decidiu viver seus dias contados da melhor maneira possível, seguindo sua lista de coisas a fazer antes de morrer. Mas então tudo muda: um coração fica disponível e Leah é transplantada!

As cicatrizes não são bonitas, mas é um preço pequeno a se pagar para ter um futuro.

Só tem um problema, Leah descobre que o coração que agora bate dentro dela é de um garoto de sua escola, Eric, que supostamente se matou. Não obstante, ele também era irmão gêmeo do cara que ela gosta. O irmão, Matt, se recusa a acreditar que Eric tenha cometido suicídio e entra numa luta para provar que algo estranho aconteceu. Quando Leah o procura, eles descobrem que ambos tem sonhos com Eric, sonhos que podem conter pistas do que realmente aconteceu. Logo, a descoberta pela verdade se torna uma missão para os dois jovens.

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Eu e Esse Meu Coração, Resenha

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Imagem do Instagram @viagementrelivros

Pode parecer que eu já revelei coisas demais sobre a história, mas calma – esse é só o começo da trama! Leah e Matt vão passar por muita coisa. A carga emocional desse livro é enorme: a dor do Matt pela perda do irmão e por não entender o que aconteceu, o medo da Leah de ter mudado após o transplante ou de voltar a ficar doente. Tudo isso é abordado no livro, então o apoio que os personagens oferecem um ao outro é a coisa mais linda, não só entre o Matt e a Leah, mas também entre a Leah e sua melhor amiga. Eu e Esse Meu Coração demonstra a importância de estar ao lado de alguém quando essa pessoa mais precisa. Aliás, todas as lições que esse livro nos dá são maravilhosas: sobre lidar com doenças e com a morte, sobre a família, sobre sofrer e se curar, sobre a amizade, amor e confiança.

publicidade

Não, não é só o novo coração. Sou eu. Eu mudei. Não tenho mais certeza de quem eu sou. Não tenho certeza se posso voltar a ser a antiga Leah. E quem é essa nova Leah? Isso é um grande mistério.

A história alterna entre a visão da Leah e do Matt, o que é essencial para compreendermos o que eles estão sentindo em cada momento, mas em contraponto torna a narrativa um pouco mais lenta. Apesar disso, a leitura não me cansou em nenhum momento, pois fiquei presa e ansiosa por cada pequena revelação do mistério que permeia o livro: se a morte de Eric foi causada por alguém, Matt e Leah não estariam em perigo ao investigar isso?

Os personagens secundários também são bem trabalhados: a maravilhosa melhor amiga da Leah, os pais dela e até mesmo sua médica marcam presença e mostram suas nuances, medos e frustrações com relação à vida de Leah. Afinal, quando ela adoeceu, a vida de todos ao redor dela se alterou e as marcas disso permaneceram. Destaque também para a mãe do Matt, que sempre que aparecia na narrativa demonstrava sua dor, mas também sua força de vontade em continuar tentando superar seu sofrimento.

Talvez, o que mais me impressionou nessa trama, foi a forma com que autora conseguiu misturar diferentes elementos numa mesma história – gerando um ótimo resultado. Afinal, o enredo tem romance, um pouquinho de sobrenatural e ainda o suspense. Tudo isso num Young Adult. Não é de se admirar?

Porque assim é a vida, Leah. Sem promessas. Sem garantias. Mas, com sorte, você poderá usar esse tempo para fazer alguns sonhos se tornarem realidade.

Para finalizar, eu diria que esse livro é sobre viver, sobre sentir e sobre se importar. E eu amei. Com certeza, vale a pena ler! Eu chorei litros, marquei um milhão de trechos e já estou ansiosa para conhecer outras obras da autora. E você, já leu algo dessa escritora? Conte-me o que achou!

Comentários

O blog Sentimento de Leitor disponibiliza o espaço do DISQUS para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "Sentimento de Leitor" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

publicidade

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

Palavras são, na minha nada humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de formar grandes sofrimentos e também de remediá-los.

J. K. RowlingHarry Potter, 1997-2007.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019

resenhas as mais recentes

Instagram@sentimentodeleitor