Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações
Imagem da Thumbnail para Mais que amigos por Lauren Layne
Resenhas

Mais que amigos por Lauren Layne

12 jan 19 3 mins. de leitura
por Keyla Hiromi

publicidade

Título Mais que amigos
Autor(a) Lauren Layne
Editora Paralela
Páginas 221
Ano 2018
Será que vale a pena arriscar uma grande amizade em troca de um amor inesquecível? Aos vinte e dois anos, a jovem Parker Blanton leva a vida que sempre sonhou. Tem um namorado inteligente e responsável, um emprego promissor e a companhia de seu melhor amigo, Ben Olsen, com quem divide um lindo apartamento. Parker e Ben são tão grudados que muita gente duvida que eles morem sob o mesmo teto sem nunca ter vivido um caso, mas eles não se importam com o que as pessoas pensam. Sabem que não foram feitos um para o outro ― pelo menos não para se envolver. Por isso, quando um acontecimento inesperado faz com que Parker se veja sem namorado e com o coração partido, ela sabe que pode contar com Ben para ajudá-la a sacudir a poeira e partir para outra. Afinal, ninguém seria mais ideal do que seu melhor amigo para lhe mostrar os prazeres da vida de solteiro… certo? Mais que amigos é uma comédia romântica irresistível!

Para a resenha de hoje, resolvi trazer uma comédia romântica – chick lit – típica e bem clichê, mas que sempre nos deixa com aquele sorriso bobo no rosto. Mais que Amigos é o primeiro livro da série Love Unexpectedly da autora Lauren Layne. O livro foi  publicado em 2018 pela editora Paralela.

Nesse primeiro livro, nós conheceremos a história de Parker e Ben – um casal de amigos com seus 20 e poucos anos. Eles se conheceram na faculdade, e desde então se deram super bem, porém Ben é aquele típico garoto “garanhão” que não consegue ficar com apenas uma mulher, enquanto Parker é aquela garota mais “certinha” que prefere ter um relacionamento sério.

 E quanto as mulheres na minha trajetória  pós faculdade, não nunca me faltaram. Apesar de todos dizerem que essa parte fica mais difícil, não posso me queixar.

A amizade deles se tornou muito profunda, e com o tempo ambos acabam decidindo dividir o apartamento – bem no estilo americano. Tudo estava em perfeita harmonia entre os amigos, mas isso muda quando Parker termina seu relacionamento e pede ao Ben uma ajuda para ser como ele, ou seja, ter relacionamentos abertos e alternativos. Como será que ele vai lidar com isso?

 Acabei de levar um pé na bunda. Um pé na bunda bem dado. Não foi um tremendo barraco;foi um simples eu não te amo mais, o que é pior.

A narrativa ocorre de forma alternada entre os protagonistas, gosto disso numa história, afinal conseguimos ver mais ângulos, e assim entender os sentimentos de cada personagem. Além disso, a obra tem uma leitura leve e fluida, sendo assim uma ótima opção para sair da temida ressaca literária. O relato não é focado apenas nos protagonistas, vamos conhecer mais a fundo suas vidas familiares e relacionamentos antigos, com isso o livro ficou mais dinâmico.

publicidade

Lauren Layne criou um cenário divertido, romântico e amistoso, mas sem se esquecer do lado emocional dos personagens. Com o tempo, nós vamos conhecendo e entendendo eles. Ao contrário de muitas protagonistas desse gênero, a Parker possui uma personalidade madura, determinada e forte. E quanto ao Ben? Ele é super preocupado com sua amiga, e mais que tudo, ele a respeita.

A gente conseguiu contornar todos os clichês sobre homens e mulheres serem amigos, por que não superaria o clichê de que o sexo estraga a amizade?

É necessário ressaltar que o livro possui conteúdo adulto, então no decorrer da narração veremos muitas cenas hot, mas elas se encaixam muito bem na história e deixam a trama emocionante. A escrita da autora é bem gostosa e prende o leitor, deixando-nos tão curiosos a ponto de não querermos soltar o livro.

É isso que acontece quando você divide uma casa com sua melhor amiga. Começa a conhecer a garota tão bem quanto a si mesmo. Até melhor.

O projeto gráfico do livro ficou do jeito que os leitores mais gostam. As páginas são amareladas, a tipografia e o espaçamento estão com um tamanho ideal. E quanto a capa – apesar de muitas pessoas não gostarem de fotos de pessoas – ficou super fofinha. O enredo de Mais que Amigos desenvolve muito bem o relacionamento dos protagonistas, as coisas não acontecem do nada. O tempo no livro é levado de uma maneira inteligente. Então, se você procura por uma leitura fácil, romântica, engraçada e sensual. Esse livro é para você!

Comentários

O blog Sentimento de Leitor disponibiliza o espaço do DISQUS para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "Sentimento de Leitor" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

publicidade

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

A vida é uma tempestade, meu amigo. Um dia você está tomando sol e no dia seguinte o mar te lança contra as rochas. O que faz de você um homem é o que você faz quando a tempestade vem.

Alexandre DumasO Conde de Monte Cristo, 1844.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019

resenhas as mais recentes

Instagram@sentimentodeleitor