Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações
Imagem da Thumbnail para Mônica: Força
Resenhas

Mônica: Força

04 jul 19 3 mins. de leitura
por Caique Araujo

publicidade

Título Mônica: Força
Autor(a) Bianca Pinheiro
Tradutor(a) -
Editora Panini Comics
Páginas 82
Ano 2016
Sempre que é preciso, a Mônica usa sua força para resolver os problemas. Agora, terá que enfrentar o maior deles. E não poderá ser na base da coelhada. Em Força, Bianca Pinheiro faz a principal personagem de Mauricio de Sousa (e do quadrinho brasileiro) encarar o grande desafio de sua vida, numa história tão dolorida quanto emocionante.

A dona da rua do Limoeiro sempre foi conhecida por sua enorme força. Tanto que logo em sua primeira aparição, em 1963, a personagem já estava acertando em cheio o Cebolinha com seu amado coelhinho, Sansão. Desde então, para Mônica, tudo é resolvido com a “folça” – como diria o jovem cebola. Mas, ao contrário do que parece, Mônica: Força consegue explorar o outro significado da palavra. A resistência aos eventos que estão por vir. Confira!

É uma tarefa extremamente delicada falar sobre a – impecável – graphic novel sem correr o risco de spoilers. Mas, tentarei ao máximo expressar todos os sentimentos que a história transmite, sem entregar qualquer revelação inesperada. Em Mônica: Força, a personagem passará por uma realidade que soa familiar para muitas crianças. E, desta vez, ela também precisará encarar o grande desafio da sua vida, precisando de uma força que vai muito além da física.

Soa curioso como, muitos leitores incluindo eu, nunca pararam para pensar sobre a “força“. Esse é o cerne da personagem. Mas toda essa característica sempre fora atribuída como um aspecto físico, nunca antes em uma camada mais densa na construção da personagem. Também é por essa razão que faça sentido que o quadrinho estreie sobre o selo Graphic MSP, pela Panini Comics. Afinal, o papel desse selo é justamente “brincar” com os conceitos e explorar os personagens de uma forma não convencional ou tradicional.

Bianca Pinheiro é quem assina essa maravilhosa edição. Ela que ganhou destaque com a webcomic Bear, publicada pela Nemo desde 2014 – com três volumes já lançados. Nota-se o porquê a escolha da artista foi certeira, logo nas primeiras páginas, vê-se a sutiliza da narrativa. Com seu traço marcante beirando ao fofo e simples, além de uma volumetria admirável, Bianca consegue encontrar a seriedade na fofura e uma sensibilidade inquestionável ao tratar de uma personagem tão celebre nos quadrinhos nacionais.

publicidade

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

monica-forca-pagina-hq

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Entre as qualidades técnicas do quadrinho está a forma como Bianca desenvolve as onomatopeias. Sem dúvidas, essa característica artística garante um brilho nos olhos com sua intenção. E, inclusive, constrói um evento muito importante que irá assombrar a Mônica durante uma noite de sono. É interessante como os eventos criam alusões claras ao que pode acontecer de mais triste a uma criança. A artista sabe trabalhar com as cores e o clima, para garantir a leveza ou o peso nos momentos certos.

Por fim, Mônica: Força é mais um acerto do selo que já vem fazendo muito sucesso. Os fãs mais fervorosos da turminha de Maurício de Souza, certamente, ficarão encantados com as camadas são construídas para a personagem. Mostrando, ao final, que, apesar de ser tão durona quanto aparenta ser, Mônica é muito mais que isso. É uma criança. Doce como qualquer outra, frágil como qualquer outra e que encontra seu próprio jeito de lidar com as coisas, percebendo que, nem sempre, a força é suficiente para resolver todos os problemas.

Comentários

O blog Sentimento de Leitor disponibiliza o espaço do DISQUS para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "Sentimento de Leitor" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

publicidade

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. Os homens esqueceram essa verdade, mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.

Antoine de Saint-ExupéryO Pequeno Príncipe, 1943.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019

resenhas as mais recentes

Instagram@sentimentodeleitor