Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações
Imagem da Thumbnail para O Clã dos Magos por Trudi Canavan
Resenhas

O Clã dos Magos por Trudi Canavan

23 nov 18 3 mins. de leitura
por Mandy Ariani

publicidade

Título O Clã dos Magos
Autor(a) Trudi Canavan
Tradutor(a) Robson Falchetti Peixoto
Editora Novo Conceito
Páginas 446
Ano 2012
Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purificar as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia, sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam. Enquanto a multidão é expurgada da cidade, uma jovem garota de rua, furiosa com o tratamento dispensado pelas autoridades a sua família e amigos, atira uma pedra ao escudo protetor, colocando nisso toda a raiva que sente. Para o espanto de todos que testemunham a ação, a pedra atravessa sem dificuldades a barreira e deixa um dos mágicos inconsciente. Trata-se de um ato inconcebível, e o maior medo da Clã de repente se concretiza: uma maga não treinada está à solta pelas ruas. Ela deve ser encontrada, e rápido, antes que seus poderes fiquem fora de controle e destruam a todos.

Nos últimos anos, os leitores têm voltado sua atenção para distopias, ou seja, livros que representam organizações sociais futuras, as quais são caracterizadas por intoleráveis condições de vida. Um mundo distópico detém um objetivo principal: criticar tendências da sociedade atual. Algumas obras literárias alcançaram esse objetivo e conquistaram um público imenso. Podemos citar, por exemplo, Jogos Vorazes, Divergente e Legend. Muitos pensavam que distopias deveriam ser sempre o mais próximas possíveis da realidade. Contudo, depois do sucesso de A Rainha Vermelha – uma distopia fantástica – essa visão mudou drasticamente. Pensando nisso, trouxe a resenha de O Clã dos Magos, o primeiro volume da Trilogia do Mago Negro.

Imardin é uma cidade cercada por muralhas. Nas melhores localidades, encontram-se as moradias reais, o palácio e o Clã dos Magos. Nas povoações medianas, estão as pensões e os comerciantes, apesar desses cidadãos não serem ricos, pode-se dizer que vivem bem. Porém, existe um lugar onde a miséria está enraizada: as favelas.

Como essas comunidades surgiram? Bem, há 200 anos começou, a mando do Rei, um processo chamado “purificação“, o qual consiste em marginalizar os pobres, pedintes e favelados. Isso quer dizer que o Rei não queria esses indivíduos vivendo nas cidades, então foi ordenado que os magos os retirassem de lá. Assim, foram surgindo as favelas. Nesse contexto, o leitor conhecerá a Sonea. Como qualquer um criado nesse ambiente, ela foi ensinada a odiar os nobres, os magos e o próprio Rei.

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

A Trilogia do Mago Negro.

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

A Trilogia do Mago Negro foi escrita por Trudi Canavan e conquistou muitos leitores desde então.

Sonea, juntamente com seus tios, finalmente conseguiu deixar as favelas e migrar, porém seu novo lar durou pouco. Logo, ela e seus familiares foram obrigador a deixar a hospedaria em que viviam na cidade para retornar à sua antiga vida. Durante seu retorno, a personagem encontra seus velhos amigos e a gangue de Harrim. Todos os anos, eles se reúnem para arremessar pedras contra os magos, apesar disso nunca adiantar, pois tudo é parado por um escudo protetor mágico. Porém, Sonea, juntando toda a raiva que sentia pela purificação, atirou uma pedra contra um dos magos. E adivinhe só? A pedra não só passou pelo escudo, como também deixou alguém inconsciente!

O pior medo do Clã dos Magos se concretizou, e eles precisam achar logo a pessoa que conseguiu aquela façanha, se não os danos poderão ser gigantescos. Agora, o leitor se direcionado por uma jornada através dos esconderijos e das favelas de Imardin. Nesse caminho, vamos conhecer magos poderosos que estão à procura da nossa protagonista. O objetivos deles? Para acatar a ordem do Mago Supremo, eles devem encontrar e treinar a Sonea.

publicidade

Com uma representação certeira das desigualdades sociais e do elitismo, Trudi Canavan leva o leitor para esse mundo fantástico distópico de uma forma realmente instigante. A autora contextualizou muito bem a história, seus personagens e os conceitos de magia.

Respirando fundo, Sonea olhou fixamente para o livro e desejou que se movesse.

No entanto, é válido ressaltar que o primeiro livro dessa trilogia é extremamente inferior aos próximos volumes, principalmente o terceiro. A história é dividida em duas partes, e na primeira pode ser um tanto cansativo acompanhar a fuga da Sonea. Por esse motivo, esse volume não me conquistou por completo. Porém, no geral, vale muito a pena ler essa trilogia. Se você ama fantasia, ação, disputas políticas, suspense e um romance na dose certa, não perca seu tempo!

Book Trailer:

A leitura é cansativa em alguns momentos, mas a narrativa é bem interessante. O Clã dos Magos proporciona uma ótima abertura para A Aprendiz – próximo volume da trilogia. Mas e quanto a você, caro leitor,  já conhecia esse livro? Deixe seu relato nos comentários!

Comentários

O blog Sentimento de Leitor disponibiliza o espaço do DISQUS para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "Sentimento de Leitor" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

publicidade

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

A vida é uma tempestade, meu amigo. Um dia você está tomando sol e no dia seguinte o mar te lança contra as rochas. O que faz de você um homem é o que você faz quando a tempestade vem.

Alexandre DumasO Conde de Monte Cristo, 1844.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019

resenhas as mais recentes

Instagram@sentimentodeleitor