Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações
Imagem da Thumbnail para Quando a Bela Domou a Fera
Resenhas

Quando a Bela Domou a Fera

16 mar 20 4 mins. de leitura
por Mandy Ariani

publicidade

Título Quando a Bela Domou a Fera
Autor(a) Eloisa James
Tradutor(a) Thalita Uba
Editora Arqueiro
Páginas 320
Ano 2017
Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, "Quando a Bela domou a Fera" é uma releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos. Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher. Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas. No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?

Um bom romance de época consegue mostrar não só uma relação romântica apaixonante, mas também trazer para os leitores um pouco do modo de vida de épocas anteriores à nossa. Quando a Bela Domou a Fera, de Eloisa James, atinge essa metas com eficácia, oferecendo uma releitura cativante e capaz de conquistar os amantes desse gênero. Então, sem mais delongas, vamos a resenha!

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

serie-contos-de-fada-de-eloisa-james

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Série “Contos de Fadas” da autora Eloisa James.

Se – assim como eu – você é ama contos de fadas, certamente vai gostar de conhecer essa série da Eloisa James. Com esses livros, a autora mescla as histórias da nossa infância com romances de época super envolventes. Porém, não pense que você vai apenas ver “mais do mesmo”. Apesar dos livros serem releituras, as histórias são abordadas de formas completamente diferentes.

À sua maneira, Linnet era versão feminina dele próprio: detestável, bonita demais, inteligente demais, mordaz demais.

A Bela e a Fera sempre foi um dos meus contos de fadas favoritos, então eu fiquei especialmente curiosa para conhecer Quando a Bela Domou a Fera. A trama acompanha a Linnet, uma jovem incrivelmente bonita e charmosa que conquista corações por onde passa. No entanto, sua vida toma um rumo inesperado quando ela se envolve em um escândalo, ficando sem opções e sem pretendes. Logo, a família da Linnet decide solucionar o problema fazendo uma união com um duque cujo filho seria o pretende perfeito, considerando a situação atual da moça.

Acostuma a conquistar todos ao seu redor, Linnet acredita que com apenas duas semanas seu atual pretendente, Piers Yelverton (o conde de Marchant), deverá cair em suas graças e se apaixonar perdidamente. Porém, o que ela não imagina é que a personalidade difícil do conde e suas convicções não serão facilmente superadas. Com um mau humor constante causado por sua perna que está sempre doendo e muito trabalho pelas suas responsabilidades enquanto médico, Piers acha que está imune aos encantos de qualquer mulher, mas Linnet não é uma mulher comum e vai provar que certos sentimentos podem ser difíceis de superar.

Seus olhos se encontraram de um jeito que tinha tudo a ver com amor, do tipo forte o bastante para fazer alguém voltar da cova, do tipo que nunca desvanece e nunca falha.

publicidade

Sem dúvidas, os protagonistas de Quando a Bela Domou a Fera são o ponto chave do enredo! Com diálogos sarcásticos e muita ironia, eles nos trazem momentos divertidos e nos conquistam com sua relação de implicância misturada com muita química. Ao contrário de outros romances de época, os protagonistas da Eloisa James não sentem medo de quebrar as regras da sociedade e viver as emoções, porém eles precisarão superar alguns obstáculos se quiserem permanecer juntos.

No entanto, Quando a Bela Domou a Fera pode ser considerado um tanto incomum tendo em vista que nós temos uma mocinha mais ousada e atrevida, assim como um protagonista que vai utilizar palavras mais “vulgares” do que os leitores desse gênero estão acostumados. Eu, por exemplo, confesso que me incomodei um pouco com o vocabulário utilizado pelo personagem, mas isso também pode ser um resultado de uma quebra de expectativa – justamente por eu não esperar ler algo assim em um romance de época. Fora isso, Piers não demonstra muito amor e cuidado pela Linnet até certo ponto da história e também age com uma “grosseria gratuita”, o que pode ser visto como algo negativo por alguns leitores.

O beijo dele não era uma adoração gentil. Era um beijo selvagem, um beijo loucamente apaixonado, tumultuado, roubado. Instintivamente, os braços dela se enrolaram no pescoço dele. Ele tinha o gosto de chá defumado que tinha tomado no café da manhã e de uma substância mais selvagem: desejo.

Para além do romance e da sensualidade (o livro é recomendado para maiores), Quando a Bela Domou a Fera também traz algumas questões sobre a beleza e como nós somos, muitas vezes, levados a acreditar que isso é o mais importante. Então, é muito interessante Eloisa James trazer personagens imperfeitos e que precisam ultrapassar as barreiras da aparência em algum momento, mostrando que há outras diversas qualidades de valor em uma pessoa.

Além disso, eu devo dizer que gostei de toda a questão familiar desenvolvida no livro. Com personagens secundários muito interessantes, James aborda temas como perdão, amor e segundas chances. Tudo isso ajudou a desenvolver uma história versátil, pois foca no romance entre Linnet e Piers, mas também traz situações complementares que nos ajudam a compreender melhor esses protagonistas.

Você não quer admitir que me ama porque isso significa que você teria que assumir a responsabilidade por ser infeliz, ou, nesse caso, por não ser infeliz.

Se você procura por uma leitura fluida, envolvente e que fuja um pouco do padrão, Quando a Bela Domou a Fera é o romance ideal para você. Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, certamente vale a pena dar uma chance para esse livro e mergulhar na releitura criada por Eloisa James!

Comentários

O blog Sentimento de Leitor disponibiliza o espaço do DISQUS para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "Sentimento de Leitor" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

publicidade

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

A vida é uma tempestade, meu amigo. Um dia você está tomando sol e no dia seguinte o mar te lança contra as rochas. O que faz de você um homem é o que você faz quando a tempestade vem.

Alexandre DumasO Conde de Monte Cristo, 1844.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019

resenhas as mais recentes