Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações
Imagem da Thumbnail para Uma Noiva para Winterborne
Resenhas

Uma Noiva para Winterborne

03 jun 19 4 mins. de leitura
por Mandy Ariani
Esta publicação é fruto de uma PARCERIA

publicidade

Título Uma Noiva para Winterborne
Autor(a) Lisa Kleypas
Tradutor(a) Ana Rodrigues
Editora Arqueiro
Páginas 336
Ano 2018
Rhys Winterborne conquistou uma fortuna incalculável graças a sua ambição ferrenha. Filho de comerciante, ele se acostumou a conseguir exatamente o que quer - nos negócios e em tudo mais. No momento em que conhece a tímida aristocrata lady Helen Ravenel, decide que ela será sua. Se for preciso macular a honra dela para garantir que se case com ele, melhor ainda. Apesar de sua inocência, a sedução perseverante de Rhys desperta em Helen uma intensa e mútua paixão. Só que Rhys tem muitos inimigos que conspiram contra os dois. Além disso, Helen guarda um segredo sombrio que poderá separá-los para sempre. Os riscos ao amor deles são inimagináveis, mas a recompensa é uma vida inteira de felicidade. Com uma trama recheada de diálogos bem-humorados e cenas sensuais e românticas, Uma Noiva Para Winterborne é o segundo volume da coleção Os Ravenels.

Uma Noiva para Winterborne é o segundo livro da série Os Ravenels, que nos presenteia com a história dos cativantes membros dessa família nada convencional. Em Um Sedutor sem Coração, primeiro livro da série, nós acompanhamos o encontro de Rhys Winterborne e Lady Helen Ravenel. Apesar de sua história não ter terminado muito bem no primeiro volume, agora eles terão uma nova chance de alcançar a felicidade.

Rhys Winterborne é um homem que conquistou – praticamente – tudo. Com seu extinto incrível e muita determinação, o rapaz não costuma ganhar um “não” como reposta. Além disso, a sua fortuna só cresce com o passar do tempo. Porém, Rhys nunca conseguiu ser parte da alta classe de Londres. Afinal, apesar de sua ótima condição financeira, ele não nasceu em uma família de aristocratas, sendo apenas o filho de um comerciante galês. No entanto, quando ele conhece Helen Ravenel, ele recebe a possibilidade de – finalmente – alavancar sua classe social e, ainda, encontrar o amor.

O Sr. Winterborne não é um homem comum, milady. Ele não teme nada e não dá satisfações a ninguém. De certo modo, está até mesmo acima da lei. Ouso dizer que ele se porta melhor do que a maioria de nós faria, se estivesse em seu lugar. […]

Quando Helen conheceu Rhys – no primeiro livro – ele estava debilitado e precisando de ajuda. Sem pensar, a nossa protagonista se dispôs a cuidar dele durante aquela fase difícil. Dia após dia, eles desenvolveram uma ligação única. Contudo, não há como negar que ambos são extremamente diferentes e uma relação entre eles não seria tão fácil.

E, para piorar a situação, Lady Helen esconde de Rhys um segredo terrível que pode acabar com o relacionamento deles para sempre. Sem dúvidas, o leitor vai ficar um tanto curioso acerca desse mistério que deu um “algo a mais” para a história.

Lady Helen Ravenel… uma mulher instruída, inocente, tímida, aristocrática. Tudo o que ele não era.

Apesar das diferenças e dificuldades, é impossível não torcer pelos personagens, pois eles são incrivelmente cativantes. Para começar, Rhys é um homem bem a frente de seu tempo. Portanto, ele acredita que as mulheres são tão competentes quanto os homens e podem sim assumir os mesmos cargos – algo incomum para a época. Definitivamente, foi legal ver um romance desse gênero abordar mais a questão da mulher no mercado de trabalho e os preconceitos sofridos pelas mesmas.

publicidade

Aliás, nesse cenário vamos conhecer uma personagem secundária muito interessante, a Garrett Gibson. Gibson é uma médica sensacional, porém as pessoas não parecem confiar nas suas habilidades para cuidar delas. Então, é realmente uma sorte quando ela conhece Rhys. Ele atesta – da pior forma possível – sua capacidade como médica e lhe oferece uma excelente oportunidade. Com certeza, a Garrett foi um acerto da autora, pois ela é uma mulher leal, sincera e gera muita empatia no leitor. Eu mal posso esperar para vê-la bilhar como protagonista no quarto volume da série.

– Já lutei batalhas de mais para uma única vida, Winterborne. Não tenho o menor desejo de tomar parte na luta das mulheres contra as injustiças.

Uma Noiva para Winterborne, certamente, foca no romance. Porém, temas como abandono paterno, discriminação, hipocrisia e desigualdade de gêneros também aparecem na história, formando um contexto muito mais interessante do que o do primeiro livro da série. E não podemos esquecer que a trama também não poupa o leitor dos detalhes íntimos. Se você gosta de cenas quentes, saiba que Lisa Kleypas aposta sempre num enredo cheio de sedução.

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Resenha Uma Noiva Para Winterborne

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Talvez o ponto fraco do livro seja um final “simples” com soluções muito rápidas. Apesar de eu não ser uma apreciadora de dramas desnecessários, achei o final um tanto corrido e com uma resolução muito fácil. No entanto, isso vai variar bastante de acordo com o gosto de cada leitor. Ainda assim, vale a pena ler Uma Noiva para Winterborne. Afinal, Kleypas não decepciona o leitor e nos oferece um desenvolvimento impecável, tanto da relação dos protagonistas quanto dos coadjuvantes.

É válido ressaltar que os personagens principais de Um Sedutor sem Coração continuam a aparecer em Uma Noiva para Winterborne. Então, vamos ver Kathleen e Devon mais unidos do que nunca, assim como as irreverentes gêmeas Pandora e Cassandra – que vão causar muitas risadas no leitor nesse livro. Ao final, é impossível não ficar com aquele gostinho de “quero mais”.

Comentários

O blog Sentimento de Leitor disponibiliza o espaço do DISQUS para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "Sentimento de Leitor" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

publicidade

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

Quando acordei hoje de manhã, eu sabia quem eu era, mas acho que já mudei muitas vezes desde então.

Lewis CarrollAlice no País das Maravilhas, 1865.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019

resenhas as mais recentes

Instagram@sentimentodeleitor