Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações
Imagem da Thumbnail para Vilão
Resenhas

Vilão

25 jun 19 4 mins. de leitura
por Mandy Ariani
Esta publicação é fruto de uma PARCERIA

publicidade

Título Vilão
Autor(a) V. E. Schwab
Tradutor(a) Flavia de Lavor
Editora Record
Páginas 364
Ano 2019
Victor e Eli, dois jovens brilhantes, arrogantes e solitários, se conheceram na Universidade de Merit e logo se deram bem, identificando um no outro a mesma sagacidade e a mesma ambição. No último ano da faculdade, o interesse em comum numa pesquisa sobre adrenalina, experiências de quase morte e poderes sobrenaturais lhes oferece uma possibilidade antes inimaginável: de que uma pessoa, sob as condições certas, seja capaz de desenvolver habilidades extraordinárias. No entanto, quando colocam em prática essa teoria, as coisas dão muito errado. Dez anos depois, Victor foge da prisão, determinado a encontrar seu antigo amigo ― agora inimigo. Para localizá-lo, ele conta com a ajuda de uma garotinha, Sydney, cuja natureza reservada esconde uma habilidade sem igual, mas extremamente perigosa. Enquanto isso, há dez anos Eli tem uma única missão: erradicar todas as pessoas ExtraOrdinárias que encontra ― exceto sua ajudante, Serena, uma mulher enigmática e persuasiva, capaz de impor sua vontade a qualquer um. Armado com poderes terríveis e movido pela lembrança da traição e da perda, Victor caça seu arqui-inimigo em busca de vingança e de um embate no qual sabe que um dos dois deve morrer.

Victoria Elizabeth Schwab é uma escritora, extremamente, reconhecida por suas obras de teor fantástico, além de ser um destaque na ficção científica. Posto isso, na resenha de hoje, nós vamos falar de um de seus livros mais agraciadas pelo público: Vilão Vicious, no título original. Inclusive, a autora ganhou o Goodreads Choice Awards Best Science Fiction 2018 por Vengeful, o segundo e, até agora, último livro de sua narrativa.

Vilão

A trama de Vilão gira em torno de dois estudantes, realmente, versados: Victor e Eli. Sendo os melhores alunos da Universidade de Lockland, eles não tardaram a se entender e criar certa simpatia um pelo outro. Afinal, ambos se enxergavam com certa familiaridade, seja pelos interesses comuns ou pelo lado sombrio que, de vez em quando, perpassava por um deles.

No último ano de faculdade, quando todos os alunos precisam anunciar os temas de seus trabalhos, Eli decide se inspirar nos EOS, e abordar a possibilidade da existência dessas pessoas. Os EOS seriam, segundo teorias, seres ExtraOrdinários, ou seja, pessoas com poderes que vão além da capacidade humana. Logo, Victor se interessa no projeto e começa a trabalhar com Eli, porém nenhum dos dois poderia imaginar o que seria descoberto: Os EOS eram uma possibilidade real. Empenhados em provar suas hipóteses, eles resolvem colocar suas suposições em prática, mas o resultado é desastroso.

Tenta encarar as coisas da seguinte forma: nas histórias em quadrinhos, existem duas maneiras de se tornar um herói. Ou é inato ou é adquirido. Há tanto o Superman, que nasceu daquele jeito, quanto o Homem-Aranha, que se tornou o que é.

O enredo de Vilão se passa dez anos após o incidente que separaria para sempre Victor e Eli. Agora em caminhos muito distintos, Victor escapou da prisão e vai fazer de tudo para encontrar seu inimigo e acabar com a sua vida, ou ao menos tentar de todas as formas possíveis. Em contra partida, Eli não vai descansar até cumprir a missão que acredita que lhe foi dada: exterminar todos os EOS do planeta.

Sem dúvidas, Eli e Victor são o ponto forte da narrativa. Afinal de contas, eles são personagens complexos que nos fazem pensar que não há heróis nessa história, mesmo sempre tendo um pelo qual nós vamos torcer mais. Portanto, é bem interessante acompanhar e refletir sobre os comportamentos desses protagonistas tão antagonistas, mas ao mesmo tempo um tanto parecidos.

publicidade

Além disso, é válido ressaltar que, ao contrário de outros livros desse gênero, os personagens secundários aparecem bastante nessa trama, assumindo papéis intrigantes que tornam a história ainda melhor. Um destaque aqui para Sydney, uma jovem de 13 anos que possui uma habilidade sem igual; Mitch, um homem cuja aparência esconde sua maior qualidade, a inteligência; e Serena, uma mulher poderosa e enigmática.

Embora Victor tivesse metade do tamanho da maioria dos detentos e parecesse jamais ter entrado numa briga, muito menos vencido uma, tudo nele dizia “predador”.

Vilão é narrado em terceira pessoa, e sinceramente, não acho que poderia ser de outra forma. Através desse estilo de narrativa, nós podemos conhecer melhor todos os personagens e suas histórias. Porém, se você não gosta muito desse tipo de escrita, não se preocupe. Pois, a leitura do livro flui facilmente e nos mantém completamente entretidos.

Talvez, um dos pontos negativos de Vilão seja um excesso de coincidências muito convenientes. Francamente, em alguns momentos é impossível não pensar que um acontecimento X era improvável, e muito favorável para a situação Y. Não obstante, o livro tem muitos flashbacks, sendo recheado de idas e vindas. No entanto, isso não foi algo negativo para mim. Pois, todas as voltas eram necessárias para a história. No entanto, alguns leitores podem se incomodar com isso.

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

resenha-de-vilao-v-e-schwab

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

De qualquer forma, fico muito feliz pelo Grupo Editorial Record nos trazer esse lançamento incrível. Com um projeto gráfico caprichoso, um contexto muito bem desenvolvido e personagens cativantes, é impossível não se envolver pela trama de V. E. Schwab. Até o momento são dois livros publicados, e ainda não sabemos se de fato haverá um terceiro. Contudo, nessa entrevista a autora mantém a esperança dos fãs e não exclui essa possibilidade.

Sem dúvidas, posso afirmar que meu primeiro contato com a V. E. Schwab foi satisfatório. O livro nos traz algumas complexidades e nos faz refletir sobre as nuances entre o bem e o mal. E se você, assim como eu, gosta da premissa de humanos com poderes extraordinários, essa trama certamente vai lhe conquistar.

Comentários

O blog Sentimento de Leitor disponibiliza o espaço do DISQUS para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "Sentimento de Leitor" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

publicidade

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

Palavras são, na minha nada humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de formar grandes sofrimentos e também de remediá-los.

J. K. RowlingHarry Potter, 1997-2007.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019

resenhas as mais recentes

Instagram@sentimentodeleitor