Sentimento de Leitor

Juramos solenemente fazer boas recomendações
10 filmes de sci-fi com os melhores conceitos
Séries & Filmes

10 filmes de sci-fi com os melhores conceitos

05 nov 18 9 mins. de leitura
por Caique Araujo

publicidade

Assistir a alguma ficção pode garantir uma experiência única. Um conceito, quando bem explorado, pode até mesmo transcender uma história. Pensando nisso, neste artigo iremos explorar 10 obras cinematográficas que trouxeram os melhores e mais originais conceitos, sejam eles parcialmente adaptados ou não. Em cada um deles, seremos capazes de perceber aquilo que os tornam únicos.

10 – Minority Report, 2002

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Minority Report

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Tom Cruise em Minority Report, 2002.

Adaptado a obra de Philip K. Dick, publicada em 1991, Steven Spielberg realizou uma adaptação tão interessante quanto o próprio livro. Em Minority Report o ano é 2054, época na qual existe uma tecnologia capaz de permitir que crimes sejam previstos com precisão, fazendo com que a taxa de assassinatos caia para zero. O problema começa a acontecer quando o detetive John Anderton, interpretado por Tom Cruise, um dos principais agentes no combate ao crime, descobre que foi previsto um assassinato que ele mesmo irá cometer, colocando em dúvida sua reputação ou a confiabilidade do sistema.

Em um mundo onde o crime pode ser previsto, impedindo sua execução, onde está o direito a defesa? Minority Report traz uma discussão interessante ao mostrar que pessoas são condenadas sem nem ao menos efetuarem o ato. Seriam essas imagens reais? Os crimes iriam mesmo acontecer? Uma pessoa pode ser presa sem ter feito nada (ainda)?

9 – 2001: Uma Odisseia no Espaço, 1968

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

2001: Uma Odisseia no Espaço

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Imagem surrealista de 2001: Uma Odisseia no Espaço.

Adaptado no livro de mesmo nome, escrito por Arthur C. Clarke, 2001: Uma Odisseia no Espaço traz toda a visão peculiar de Stanley Kubrick transformando o conceito. No longa, uma estrutura desconhecida fornece uma conexão entre o passado e o futuro. A trama começa quando o Dr. Dave Bowman, interpretado por Keir Dullea, e outros astronautas são enviados para uma misteriosa missão. Os chips de seus computadores começam a mostrar um estranho comportamento, levando a um tenso confronto entre homem e máquina que resulta em uma viagem alucinante no espaço e no tempo.

Aqui está um filme que não é para qualquer pessoa. É preciso haver estomago e uma mente aberta para entender tudo que 2001: Uma Odisseia no Espaço quer transmitir. Apesar de ser uma obra com o minimo de dialogo possível e surrealismo, o realismo cientifico da obra é apetitoso.

8 – Blade Runner, 1982 – 2017

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Blade Runner

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Harrison Ford em Blade Runner. Uma nova sequência foi lançada em 2017.

Outro da lista da autoria de Philip K. Dick, sob o nome de “Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?”. Blade Runner foi um clássico dos anos 80 nas mãos de Ridley Scott. Acompanhamos, no século 21, uma corporação que desenvolve clones humanos para serem usados como escravos em colônias fora da Terra, identificados como replicantes. Em 2019, um ex-policial chamado Rick Deckard, interpretado por Harrison Ford, é acionado para caçar um grupo fugitivo vivendo disfarçado em Los Angeles.

Não que o conceito de Blade Runner seja um dos melhores, mas o impacto dele sem dúvidas é inegável. Durante a trama são lançados tantos mistérios ao espectador que, ao confrontar o conceito, é impossível não absorver a experiência.

7 – O Exterminador do Futuro, 1985 – 2015

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

O Exterminador do Futuro

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Arnold Schwarzenegger em O Exterminador do Futuro.

O primeiro longa completamente original da lista, escrito e dirigido por James Cameron, Exterminador do Futuro é essencial para qualquer fã de Ficção Cientifica. Na trama, um assassino conhecido como o Exterminador, interpretado por Arnold Schwarzenegger, viaja de 2029 para 1984 para matar Sarah Connor, interpretada por Linda Hamilton. Enviado para proteger Sarah está Kyle Reese, interpretado por Michal Biehn. Um viajante do futuro que divulga a existência da Skynet, um sistema de inteligência artificial que detonará um holocausto nuclear.

Pouquíssimas pessoas são hábeis o suficiente para lidar com viagens no tempo. James Cameron não falhou com a lição de casa. O Exterminador do Futuro, ignorando os filmes recentes, sabe o que faz. Em uma linha do tempo de fluxo contínuo, tudo que aconteceu vai continuar acontecendo e ninguém pode mudar isso. Tudo é o que já é e toda viagem já fazia parte do próprio tempo. Simples, porém elegante.

6 – Jurassic Park, 1993 – 2018

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Jurassic Park

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Jurassic Park, 1993.

Inspirado no livro de mesmo nome, publicado em 1990, escrito por Michael Crichton. Jurassic Park marcou a geração dos anos 90. Com a visão de Steven Spielberg o resultado não poderia ser outro: uma adaptação de qualidade. No longa os paleontólogos Alan Grant, interpretado por Sam Neill, Ellie Sattler, interpretada por Laura Dern, e o matemático Ian Malcolm, interpretado por Jeff Goldblum, fazem parte de um seleto grupo escolhido para visitar uma ilha habitada por dinossauros criados a partir de DNA pré-histórico. O idealizador do projeto e bilionário John Hammond garante a todos que a instalação é completamente segura. Mas após uma queda de energia, os visitantes descobrem, aos poucos, que vários predadores ferozes estão soltos e à caça.

Imagine as implicações de recriar, através do DNA, seres já extintos em nosso planeta. Certamente é um conceito muito tentador. Apesar de mergulhar, em certos momentos, na fantasia e ação afim de entreter o espectador, Jurassic Park trata com seriedade tanto os conceitos científicos quanto as implicações do seu uso indevido. Os novos filmes, inclusive, foram capazes de retomar o mesmo formato e abortar questões como: mistura genética e direitos de posse dos experimentos.

5 – Matrix, 1999 – 2003

publicidade

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Matrix

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Matrix, 1999.

Matrix é uma obra prima das ficções cientificas, com uma trama inédita desenvolvida por Lana e Lilly Wachowski, apresenta um conceito futurista jamais visto antes nos cinemas. A história demonstra um jovem programador, interpretado por Keanu Reeves, sendo atormentado por estranhos pesadelos nos quais sempre está conectado por cabos a um imenso sistema de computadores do futuro. À medida que o sonho se repete, ele começa a levantar dúvidas sobre a realidade. E quando encontra os misteriosos Morpheus, interpretado por Laurence Fishburne, e Trinity, interpretada por Carrie-Anne Moss, ele descobre que é vítima do Matrix, um sistema inteligente e artificial que manipula a mente das pessoas e cria a ilusão de um mundo real enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos para produzir energia.

Existem poucas histórias que embaralham a sua mente e essa é uma delas. Todo universo de Matrix é uma ilusão. Estão todos presos em um sistema artificial que consegue gerir os rebeldes a acreditarem que tem uma chance de liberdade. Ledo engano. O mais fascinante sobre a trama é que ela é um loop constante, Neo é como a descarga do sistema e tudo sempre está condicionado a se repetir da mesma forma, com pequenas variações.

4 – A Origem, 2010

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

A Origem

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

A Origem, 2010.

Uma obra que, inclusive, conquistou o OSCAR de Melhor Roteiro Original, A Origem é totalmente desenvolvido com base na visão analista e detalhista de Christopher Nolan. No longa, Don Cobb, interpretado por Leonardo DiCaprio, é um ladrão que invade os sonhos das pessoas e rouba segredos do subconsciente. As habilidades especiais de Cobb fazem com que ele seja procurado pelo mundo da espionagem empresarial, mas lhe custa tudo que ama. Cobb recebe uma missão impossível: plantar uma ideia na mente de uma pessoa. Se for bem-sucedido, será o crime perfeito, mas um amigo prevê todos os passos de Cobb.

A Origem é um daqueles longas metragens que talvez seja necessário assistir por várias e várias vezes até a absorção de todo o conceito. A ideia é simples, mas a aplicação é complexa. O constante dilema de entender se você está ou não em um sonho é intrigante. Como você poderia saber o que é realidade, quando se acostuma com uma?

3 – Interestelar, 2014

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Interestelar

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Interestelar, 2014.

Interestelar é, talvez, um dos conceitos mais realistas e plausíveis dessa lista. Os detalhes inseridos por Christopher Nolan na história fazem com que Interestelar ganha uma vida além do possível. A obra apresenta que as reservas naturais da Terra estão chegando ao fim. Por esse motivo, um grupo de astronautas recebe a missão de verificar possíveis planetas para receberem a população mundial, possibilitando a continuação da espécie. Cooper, interpretado por Matthew McConaughey, é chamado para liderar o grupo e aceita a missão sabendo que pode nunca mais ver os filhos. Ele seguirá, junto a sua tripulação, em busca de um novo lar.

O longa não chegou a agradar a todos, mas desperta o interesse e a curiosidade ao abordar conceitos universais de forma tão detalhada e bem desenvolvida. Ao ponto de, por exemplo, as imagens do Buraco Negro, mostrado no filme, serem tão fies que foram utilizadas em estudos científicos.

2 – Star Trek, 1969 – 2018

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Star Trek

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Star Trek,1969.

Um fenômeno mundial da cultura geek, Star Trek chega a ser uma filosofia de vida. A bordo do USS Enterprise, a nave mais sofisticada já construída, uma tripulação de novatos embarca em sua viagem inaugural, que é atrapalhada por Nero, um comandante cuja vingança ameaça toda a humanidade. Para que os humanos possam sobreviver, James Kirk, um jovem oficial rebelde, e Spock, um Vulcan friamente lógico, devem superar a rivalidade que há entre eles e encontrar uma maneira de derrotar Nero antes que seja tarde demais.

Se tratando de cultura política e social, Stark Trek talvez seja uma das obras cinematográficas e televisivas mais completa sobre isso. Constantemente promovendo a exploração espacial, é possível conhecer um universo de culturas, o funcionamento político nos novos tempos e, inclusive, se relacionar completamente com uma tripulação cativante.

1 – Planeta dos Macacos, 1968 – 2017

© Material de divulgação passível de direitos autorais.

Planetas dos Macacos

® Relate qualquer abuso de Uso Indevido de Imagem clicando aqui.

Planetas dos Macacos, 2014.

Adaptado do livro de mesmo nome e escrito por Pierre Boulle, em 1963, Planeta dos Macacos levanta discussões importantes. Na trama original, O astronauta americano George Taylor, interpretado por Charlton Heston, vai parar por acidente em um planeta habitado por macacos. Os animais dominam o lugar, escravizando os seres humanos, inclusive George e os tripulantes da nave. Agora, o astronauta terá que lutar pela sua liberdade e os outros.

Planeta dos Macacos, principalmente na nova trilogia, mostra a primitividade humana. Com o constante abuso de poder e utilização de recursos indiscriminados para atingir o que é necessário, a raça humana faz o que sempre fez: abusou da dose. Ao realizar experimentos, uma nova era nasce. Macacos ganham uma habilidade incomum de apresentarem o raciocínio humano. O melhor sobre o conceito? O modo como a sociedade dos macacos nasce e se constrói ao longo de vários anos.

Seria impossível listar todos os filmes desejados. Mas, é com orgulho que apresento essa lista como os filmes mais amados da ficção cientifica. É bem possível que você conheça muitos outros e os queira indicá-los também, por isso deixe seu comentário e vamos contribuir com a postagem.

Comentários

O blog Sentimento de Leitor disponibiliza o espaço do DISQUS para comentários e discussões dos temas apresentados no site, não se responsabilizando por opiniões, comentários e mensagens dos usuários sejam elas de qualquer natureza. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Compartilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

A estrutura do site, bem como os textos, os gráficos, as imagens, as fotografias, os sons, os vídeos e as demais aplicações informáticas que os compõem são de propriedade do "Sentimento de Leitor" e são protegidas pela legislação brasileira e internacional referente à propriedade intelectual. Qualquer representação, reprodução, adaptação ou exploração parcial ou total dos conteúdos, marcas e serviços propostos pelo site, por qualquer meio que seja, sem autorização prévia, expressa, disponibilizada e escrita do site, é vedada, podendo-se recorrer às medidas cíveis e penais cabíveis. Leia aqui os Termos de Uso e Responsabilidade .

publicidade

quem escreve?

Mandy Ariani

Olá, eu me chamo Mandy! Sou apaixonada por livros, filmes, mangás e Jane Austen. Se você quer ficar por dentro do universo geek e literário, visite a gente!

colaboradores

publicidade

para te inspirar

Palavras são, na minha nada humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de formar grandes sofrimentos e também de remediá-los.

J. K. RowlingHarry Potter, 1997-2007.

os mais lidos do blog

editoras parceiras

2019

resenhas as mais recentes

Instagram@sentimentodeleitor